Kamisama Hajimemashita

Kamisama Hajimemashita – Por: Marina Fujii

Kamisama HajimemashitaHoje vou fazer uma indicação para os que gostam de um bom anime shoujo. Pra quem não sabe, shoujos são animes e mangás voltados inicialmente para o público feminino, daí o nome shoujo, que significa menina em japonês, porém qualquer um que aprecie uma boa dose de romance (geralmente adolescente) pode se identificar, pois na maioria das vezes é isso que vc encontra em um bom shoujo: comédia romântica, um pouquinho de drama, etc.

Procurando animes curtos para ver pelos blogs especializados, vi que Kamisama Hajimemashita era citado várias vezes, então resolvi assistir. Na maioria dos blogs falava apenas de uma temporada com 13 episódios, mas assistindo, descobri que até agora são duas temporadas, uma lançada em 2012 com 13 episódios e uma segunda temporada chamada Kamisama Hajimemashita 2, com 12 episódios que foi lançada em 2015. Ambas sem tradução oficial para o português (mas vários coleguinhas já se encarregaram de legendar as duas temporadas pela internet afora, para nossa alegria).

A história gira em torno da protagonista Nanami. Com um pai viciado em jogos e com muitas dívidas, a história começa exatamente quando ele vai embora, abandonado-a, e os cobradores expulsam ela de casa, deixando a pobrezinha sem teto, então na rua, ela ajuda um homem que está acuado por um cachorro.

Os dois acabam conversando e ela conta sua história, ele, que por sua vez chama Mikage, também revela que abandonou sua casa a 20 anos, e fala pra Nanami que ela deveria ir morar na casa dele, que ela seria de grande valia para ele indo morar lá. Então ele dá um beijo na testa dela, passando assim uma espécie de poder, indo embora logo em seguida. Ela resolve ir até o endereço, chegando lá descobre que é um templo abandonado, e quase vai embora, mas os moradores do templo a confundem com o Migake e ela acaba entrando.

Lá ela conhece Tomoe, um yokai raposa. Então ela descobre que o homem que a beijou pKamisama Hajimemashitaassou a ela o poder de Deus do Templo, e ela começa a trabalhar como Deusa do local, daí o nome original do anime, que em tradução literal significa algo como: Comecei (a trabalhar) como Deus. O nome em inglês é Kamisama Kiss, e se refere aos beijos que tem um poder de selar acordos, transmitir poderes ao longo do anime.

É um anime leve, descontraído e feliz, não vá esperando grandes situações dramáticas ou lutas épicas (apesar de ter umas lutas entre yokais bem legais), ele enfoca mais no desenvolvimento sentimental dos personagens.

Achei as duas temporadas muito boas, a personagem principal é uma menina com um caráter bom, forte e muito carinhosa, já Tomoe é nervoso e mais bravo, com um passado conturbado, que vai sendo revelado ao longo do anime. Os personagens secundários também são bem construídos e o anime tem um ótimo ritmo. Os traços são bem feitos, a qualidade da animação também não deixa nada a desejar. A trilha sonora é muito boa e eu, pelo menos, fiquei com o opening da primeira temporada da minha cabeça por dias. É um anime bem Kawaii, e se vc gostKamisama Hajimemashitaa de um bom shoujo, pode apostar nele com certeza.

Ah, uma coisa que adorei foram os OVAs, que geralmente são episódios desvinculados do enredo principal e servem mais para matar a vontade de vermos os personagens um pouquinho mais. Porém em Kamisama Hajimemashita os OVAs são um presente, contam todo um arco do passado do Tomoe, que quem assiste o anime fica curiosíssimo para conhecer. São 5   episódios que encerram este arco completos já lançados e disponíveis pela web. Este arco lançado em formato de OVAs é até mais dramático e carregado que o anime em sí. Se resolver assistir não esqueça dos OVAs!!!

Uma terceira temporada era cogitada para este ano, porém esgotaram todas as histórias dos mangás com os ovas supracitados, então, acho improvável uma continuação.

PS: os mangás também são incríveis!!

Xoxo

Marina Fujii