Expresso Nipônico #2 – Shigatsu wa Kimi no Uso

Shigatsu wa Kimi no Uso

Expresso Nipônico

Esse é um quadro semanal onde eu recomendo e falo um pouco sobre um anime desconhecido ou não, para quem procura algo interessante para assistir. Eu tento falar sobre o anime de forma geral e dou um pouco da minha opinião pessoal sobre ele. Sintam se livres para comentar sua opinião sobre o anime ou comentar animes que vocês queriam ver sendo citados aqui. Boa leitura.

Shigatsu wa Kimi no Uso

 

Gênero: Drama, Musical, Romance, Shounen, Vida Escolar

Autor: Naoshi Arakawa

Direção: Kyohei Ishiguro

Estúdio: A-1 Pictures

Ano: 2014

 

 

Sinopse:

O anime é sobre um pianista prodígio que se torna incapaz de tocar após o trauma de perder sua amada mãe e professora. Com isso arrancado dele, a vida de Kousei Arima se torna monótona e sem brilho. Um dia, Kousei é apresentado a uma violinista chamada Kaori Miyazono. Apesar da péssima primeira impressão que Kaori causa, sua música encanta completamente o rapaz. Livre, poderosa e apaixonada, a performance audaciosa de Kaori traz de volta a Kousei a luz da vida. Reunidos pela música, poderão as sinceras notas do violino da garota fazer com que o rapaz volte a tocar piano?

 

 

Nota:

O anime começa mostrando um protagonista famoso no mundo da música local por ter sido um grande pianista quando criança, mas Kousei abandona o mundo da música após o trauma de perder sua mãe que o deixou incapaz de ouvir suas próprias notas musicais. Kousei continua vivendo sua vida sem motivação alguma até que a protagonista feminina, Kaori, entra em sua vida e acaba despertando em Kousei sentimentos novos e desconhecidos.

O primeiro episódio mostra uma comédia romântica bem comum, mas não se engane, pois, os próximos episódios dissolvem essa ideia e o romance é posto um pouco de lado quando o Kaori convence Kousei de voltar a se apresentar em uma competição de música e Kousei se vê forçado a encarar o seu trauma e tentar de todas as maneiras supera-lo.

A primeira metade do anime tem como foco o protagonista tentando superar o seu trauma enquanto a segunda metade já foca em trabalhar os seus personagens, e muito bem por sinal. Além de Kousei e Arima, a história trás os dois melhores amigos de kousei, Ryota e Tsubake, uma antiga amiga de sua mãe hiroko, dois pianistas que também tentam vencer a competição de música e uma aprendiz de piano que Kousei concorda em ajudar.

A comédia está sempre presente em Kimi no Uso com elementos cartunescos e divertidos o que deixa a história muito mais leve e acessível até para quem não é acostumado a animes de drama. Mesmo o sendo um drama romântico, o romance não é o foco do protagonista, que tenta não se apaixonar por Kaori sem sucesso.

Quando o romance realmente vira o foco do enredo, não tem como quem está assistindo não achar magnifico o desenrolar do anime que possui um arco final que na minha opinião é o melhor e mais emocionantes de todos os tempos com um final que te pega totalmente desprevenido que explica alguns comportamentos peculiares de Kaori no decorrer da história.

A parte visual do anime é muito bem trabalhada pelo estúdio A-1 Pictures, famoso por obras como Fairy Tale, Sword Art Online e Working. Shigatsu wa Kimi no Uso possui duas Openings incríveis e uma trilha sonora produzida por masaru yokoyama.

Contudo, prepare seu coração e separe um pacote de lenços de papel para possíveis lágrimas sorrateiras que irão insistir em cair e se delicie com esse lindo anime que chega a ser poético em certos pontos. Shigatsu wa Kimi no Uso é um dos melhores animes que eu já assisti e tenho certeza que você irá gostar também.

 

 

 

 

Trailer:

Eriq

Jovem admirador dos quadrinhos e de tudo que o cerca, grande fã de animes, livros de fantasia, jogos eletrônicos, séries de TV e um péssimo jogador de League of Legends.