Death Note: Trailer do filme bancado pela Netflix com atores americanos

Adaptação de Death Note pela Netflix

A Adaptação para filme do famoso Mangá/Anime Death Note tem data de estréia prevista para 25 de Agosto. Veja agora o primeiro Trailer do filme:

 

 

 

Sinopse:

Nat Wolff (A Culpa é das EstrelasCidades de Papel) vive Light Turner – que mudou de sobrenome para a versão ocidental -, um estudante que encontra um caderno que causa a morte de quem tem o nome escrito nele. Depois de constatar o assombroso efeito, ele começa a exterminar criminosos, sob a alcunha de Kira. Logo ele passa a ser caçado por L (Keith Stanfield), o maior detetive do mundo.

 

Death Note

 

Death Note:

Death Note foi criado pela dupla Tsugumi Oba e Takeshi Obatacomeçou a ser publicado originalmente na revista mensal Shonen Jump durante os anos de 2003 à 2006,  neste mesmo ano o estúdio Madhouse autorizou o lançamento da versão para anime dirigida por Tetsurō Araki, sendo exibida entre  3 de outubro de 2006 e 26 de junho de 2007, no brasil o anime foi dublado pelos estúdios da Cinevídeo.

 

Death Note

Adaptação para os cinemas Japoneses:

Ainda em 2006 sendo empurrados pelo sucesso do Mangá e posteriormente o Anime, a emissora Nippon Television produziu um filme que foi lançado ainda no mesmo ano, “Death Note” que ficou no topo da bilheteria por 2 semanas, colocando “O Código da Vinci” para 2º lugar. A continuação chamada de “Death Note: The Last Name” foi lançada em novembro de 2006  e um Spin-Off contando os últimos dias do detetive L, enquanto ele enfrenta uma gangue de bioterroristas, foi chamado de “L: Change the World”, foi lançado em fevereiro de 2008.

Um quarto filme foi lançado em 19 de Outubro de 2016, com o titulo “Death Note: Light up the NEW world”, com um  plot de “seis cadernos diferentes, seis regras diferentes regendo seu uso, e ciberterrorismo pelo mundo.”

 

Trailer de Death Note: Light up the NEW world:

Eriq

Jovem admirador dos quadrinhos e de tudo que o cerca, grande fã de animes, livros de fantasia, jogos eletrônicos, séries de TV e um péssimo jogador de League of Legends.